O dilema do onívoro; Michael Pollan

Por:

Você já parou pra pensar da onde vem sua comida? Ou do que são feitos os alimentos industrializados que comemos no dia a dia? Se você come carne, já parou para pensar como são criados e abatidos os animais que posteriormente viram seu alimento?

Essas questões passam direto pela minha cabeça. Especialmente no caso da carne, que eu parei de comer definitivamente ao pesquisar como que um animal chegava até o meu prato. Mas além disso, não fazemos ideia do funcionamento das grandes cadeias de produção responsáveis por alimentar-nos hoje em dia.

A premissa do autor de "O dilema do onívoro" é exatamente essa. Conhecer em detalhes qual a história dos alimentos ingeridos por ele. E, sério: a pesquisa do cara é excelente!

"As prateleiras de um supermercado - estágio final de nossa cadeia alimentar - são o ponto de partida escolhido pelo escritor e jornalista americano Michael Pollan para a viagem de investigação empreendida em O dilema do onívoro . O leitor é convidado a perfazer o caminho inverso - reconstituindo o trajeto dos alimentos, desde o prato à nossa mesa até a sua origem derradeira - o solo. Quanto mais longo e intrincado é o percurso que liga as duas pontas dessa cadeia altamente industrializada, argumenta o autor, mais ignorantes nós nos tornamos a respeito do que, em última análise, estamos comendo. Afinal, que mistérios estão por trás de um simples item de um cardápio de fast-food, como, por exemplo, um McNugget?"

A leitura desse livro é bem densa. Ele é quase um livro didático sobre produção de alimentos, embora o autor narre sua pesquisa como uma história. Ainda assim, levou um bom tempo pra eu terminar de ler inteiro e fui intercalando com outros livros. Então não espere um livro para sentar e ler de uma vez só. Pelo menos na minha experiência, isso seria cansativo.

Mas leia! Todos deveriam ler esse livro uma vez na vida. Embora ele seja todo ambientado nos Estados Unidos, onde a produção de comida segue um ritmo bem alucinado, muitas coisas se aplicam ao nosso país e, provavelmente, ao resto do mundo também.


O autor analisa a fundo os reinos vegetal, animal e dos fungos. Dentro de cada capítulo, destrincha em detalhes a produção e o consumo desses alimentos. Ele comenta sobre a produção em massa, sobre a produção orgânica, sobre a importância do milho, acompanha um novilho desde seu nascimento até o seu abate, acompanha o abate de galinhas em uma fazenda orgânica e a lista continua. São mais de 500 páginas investigando inúmeros detalhes da cadeia produtiva como é hoje, tudo isso baseando-se em muita pesquisa (as referências no final do livro são infinitas).

É assustador analisar quantas coisas químicas e artificiais ingerimos no dia a dia. É aterrorizante acompanhar o tratamento dispensado aos animais cujo destino é alimentação humana. O autor propõe esse tipo de reflexão sem tentar convencer ninguém a nada (em nenhum momento, por exemplo, ele impõe o vegetarianismo), então não é um livro que pretende catequizar ninguém. Ao contrário, pretende informar e esclarecer aspectos de nossa alimentação desconhecidos pela maioria.

Michael Pollan construiu uma obra excelente e impecável sobre a trajetória dos alimentos. Além disso, acho difícil ler o livro sem terminá-lo cheio de reflexões e questionamentos. Recomendo muito a leitura!

6 comentários:

  1. menina, acredita que comprei e ainda não li? comprei junto com o dilema do vegano, daí comecei por este, não terminei e larguei o outro porque peguei outra leitura no caminho, #soudessas. Mas parece ser sensacional e tá aqui na fila. bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. leeeeia! Pq é muito bom. E dá pra ir lendo aos poucos pra não cansar (:
      O dilema do vegano ainda não li, mas tbm tô querendo!

      Excluir
  2. Fiquei muito a fim de ler o livro depois de encontrar o seu post. Eu já vi Regras da Comida que é incrível e tomo muitas lições até hoje. Mas estou beeem curiosa sobre esse título também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Regras da comida, não conhecia esse e fui correndo pesquisar! Já tá na lista de leituras. Obrigada pela dica :D

      Excluir
  3. Nossa, ótima dica, Leticia! Inclusive acabei de postar contando um pouquinho desse meu primeiro mês sem carne (nada demais, só compartilhando mesmo).
    Meu namorado me deixou alguns documentários pra eu ver, mas queria ler algo tbm. Já vou procurar onde encontro o melhor preço dese livro. Obrigada pela indicação, mesmo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AI, eu fui lá correndo ver o post! *-*
      Vc vai curtir o livro, com certeza. É ideal pra quem está mudando a forma de se alimentar. Se quiser eu te passo a versão digital dele :D

      Excluir